Nos pênaltis, Vila Kennedy se consagra campeã da Copa UPP 2016

0
466

Beltrame e Marco Antônio Cabral comemoram a integração entre policiais e moradores de 35 comunidades com UPP ao lado dos ídolos Andrade e Carlos Alberto Torres

A Copa UPP 2016 finalmente conheceu a grande campeã desta edição. Depois de uma final triunfal no estádio de São Januário, em São Cristóvão, com direito a pênaltis para deixar ainda mais emocionante, a equipe da Vila Kennedy venceu a do Vidigal por 5×4, deixando para trás a vice colocação conquistada em 2015. Durante dois meses, 1.050 moradores e policiais de 35 comunidades com UPP disputaram o torneio, que tem como principal objetivo aproximar a polícia da sociedade e também, moradores de diferentes áreas do Rio de Janeiro. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude e realizado pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro, o projeto foi prestigiado, neste domingo, por ídolos do futebol mundial e pelos secretários de Segurança, José Mariano Beltrame, e de Esportes, Marco Antônio Cabral.
CampeaoUPP16
“Essa situação era inimaginável há pouco menos de dez anos. Mas hoje a Polícia Militar, com o apoio da Secretaria de Esporte, está conseguindo promover essa importante integração. Já é o segundo ano da Copa UPP e a competição mostrou novamente que dá resultados muito positivos: moradores das comunidades e policiais com seus familiares torcendo juntos e jogando futebol de uma forma muito bacana. O esporte é a maneira mais rápida de integrar as pessoas”, afirmou Beltrame.

Os 90 integrantes das equipes da Vila Kennedy (campeã), Vidigal (vice-campeã) e São Carlos (terceira colocada) ganharam bolsas de ensino à distância na Universidade Estácio de Sá. Também foram sorteadas seis bolsas integrais de graduação e/ou pós-graduação presencial entre as três equipes. Os primeiros colocados ainda receberam outro prêmio: R$ 30 mil para a Vila Kennedy, R$ 20 mil para o Vidigal e R$ 10 mil para o São Carlos. O bônus surpresa veio através de uma contrapartida social do “Circuito de Corrida Todo Mundo Vai”, promovido via Lei de Incentivo ao Esporte e realizado pelas Lojas Americanas. Os valores poderão ser utilizados em compras em qualquer unidade da rede.

“Esta final foi a prova de que integração dá jogo, com policiais e moradores jogando juntos, com o mesmo objetivo. Ser campeão aqui no histórico Estádio de São Januário com certeza vai marcar a vida de cada um desses atletas. Temos atletas que sonham em se tornar jogadores profissionais, mas também policiais e moradores que não têm esse objetivo, mas visam a premiação com o intuito de melhorar de vida”, disse Marco Antônio Cabral.

Após o empate em 2 a 2 no tempo normal, a equipe de Vila Kennedy foi muito eficiente na marca fatal, acertando cinco dos sete pênaltis cobrados, o último foi convertido com maestria pelo zagueiro Cleiton Silva, camisa 4 do time, que só teve tempo para correr para o abraço e comemorar o título com sua equipe e torcida. “Dentro do vestiário somos irmãos, não existe diferença entre policial e morador. A gente se une, se respeita e tenta depositar tudo isso em campo. É essa união que nos fortaleceu e nos levou novamente para a final. Já estou no meu segundo período de Direito graças à bolsa conquistada através do segundo lugar da nossa equipe no ano passado. Esse ano fico muito feliz ao saber que três companheiros meus também seguirão o mesmo rumo: ingressar em uma universidade”, afirmou Cleiton.

Além da conquista coletiva, a equipe da Vila Kennedy também ganhou o troféu de melhor defesa do campeonato, sofrendo apenas cinco gols em toda a competição. A mais nova campeã da Copa UPP 2016 conquistou o campeonato de forma invicta, marcando 18 gols. Das oito partidas jogadas, a equipe levou gols em apenas três. Agora o troféu da Copa UPP fica na comunidade da Zona Oeste. Pelo menos até o ano que vem.

Lendas do futebol mundial prestigiam o campeonato
O embaixador da Copa UPP e ídolo do futebol brasileiro Andrade marcou presença neste domingo em São Januário. Andrade foi tetracampeão brasileiro pelo Flamengo, além de ter conquistado a Libertadores e o Mundial de Clubes pelo rubro-negro. Porém, o ex-craque também fez história em São Januário, sendo campão brasileiro pelo Vasco da Gama em 89.

“É bem difícil ver uma integração tão bacana entre comunidades e seus policiais como essa que a Copa UPP proporcionou. A Vila Kennedy está correndo atrás há um ano e ganhou de forma merecida, apesar do Vidigal ter se mostrado muito forte nessa final. Temos jogadores nessas equipes que têm potencial para jogar em grandes equipes do Rio. Espero que isso aconteça em breve”, desejou Andrade.

Além de Andrade, um dos maiores laterais direitos da história do futebol mundial também esteve presente na colina histórica. Trata-se de Carlos Alberto Torres, tricampeão brasileiro e campeão mundial pela seleção brasileira em 1970. “É muito bacana ver os policiais e moradores vibrando juntos, coisa que não se via antigamente. Tenho certeza que no decorrer das próximas edições da Copa UPP a participação das pessoas será cada vez maior”, disse.

Arbitragem
Os árbitros de todos os jogos foram selecionados pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ), que promoveu o torneio, viabilizado por meio da Lei Pelé. Além disso, o torneio também contou com o apoio da Universidade Estácio de Sá e do Instituto Masan.

Resultados deste domingo pela Copa UPP 2016

Final: Vila Kennedy 2 (5) x (4) 2 Vidigal
Disputa de 3º lugar: São Carlos 5×3 Mangueirinha

Campeã: Vila Kennedy
Vice-campeã: Vidigal
Terceira colocada: São Carlos

Goleiro menos vazado: Raphael Alves (Vila Kennedy), com cinco gols sofridos.
Artilheiro: Marcos Felipe (Mangueirinha), com 11 gols marcos.

Fonte: Dom Comunicação