Mais que Olimpíada, o RJ precisa de paz

0
658

A publicidade algumas vezes (poucas, é verdade) pode ajudar a pensar de maneira crítica. A Olimpíada no Rio de Janeiro está próxima e deveria marcar um momento de esportes, união e festividades, mas a realidade é mais dura. A pobreza, a discriminação e a chacina diária que é a vida de milhares de pessoas, notadamente os pobres e negros, embotam a “festa”.

Uma marca norueguesa de roupas esportivas, ou sua agência de publicidade, parecem ter compreendido bem as coisas. Na propaganda, o final é feliz, com craque-surpresa e muito futebol, mas no dia a dia a coisa é trágica.