Zinédine Zidane, o estilista

2
785

É raro um jogador elevar o patamar de todo um país no cenário do futebol mundial, mas Zidane, conseguiu fazer isso pela França, liderando os bleus, na conquista da Copa de 98 contra o Brasil e no vice-campeonato de 2006, além da Eurocopa em 2000. Nem mesmo Platini, até então o melhor jogador francês conseguiu chegar tão longe, ao menos dentro de campo.

Seu modo de jogar apresentava muita semelhança ao de Ademir da Guia, com passadas largas e muita elegância em campo. Talvez Paulo Henrique Ganso seja quem mais se aproxime desse estilo no futebol brasileiro atual, ainda que o craque revelado na Vila Belmiro ainda não tenha alcançado tudo que pode e tenha um longo caminho a percorrer.

ZidaneZidane conquistou inúmeros títulos na carreira, tanto individuais quanto pelos clubes que defendeu, além do já citado desempenho pela seleção francesa. Pela Juventus, da Itália, foram dois Campeonatos Italianos, uma Supercopa da Itália, uma Supercopa Europeia e uma Copa Intercontinental. No Real Madrid, como um dos galácticos, além do Campeonato Espanhol de 2003, levantou as taças de duas Supercopas da Espanha, uma Liga dos Campeões da UEFA, uma Supercopa Europeia e outra Copa Intercontinental. Eleito melhor jogador do mundo pela FIFA por três vezes, ficou marcado pela expulsão na final da Copa do Mundo da Alemanha, em 2006, quando deu uma cabeçada no peito do italiano Materazzi, em feito que rendeu até mesmo uma escultura “A Cabeçada de Zidane“.

No vídeo, 15 minutos de pura arte, com música sacra pra começar e música incidental no restante do tempo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Me lembro que eu comprei alguma coisa da Adidas só poruqe pensei: caramba, como posso retribuir o prazer que ele proporciona ao ve-lo jogar? haha… Pois é, é verdade, ai vi que ele era patrocinado pela Adidas e comprei não me lembro, acho que uma camiseta algo assim…

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.