Futebol (de volta) ao povo!

0
520

“O futebol é o único reino em que o povo sente a sua pátria. É incrível, todo brasileiro, o patrão e o empregado. […] A pátria do brasileiro comum é o futebol. […] O futebol era democrático, com aqueles que jogavam com uma bola de pano. Então o que é importante é as escolas de todo lugar darem mais chance para surgir um fenômeno, como um gênio, um Einstein dos nervos e dos músculos como Pelé. É muito difícil, mas só é possível quando você seleciona sobre um milhão. Quando um milhão de meninos estão jogando futebol. Quando não jogam, porque não há campos de pelada, é ruim. Eu acho o futebol muito importante, e acho que o futebol é o momento em que o brasileiro chora, se apega, em que ele tem pátria. A pátria pra ele é madrasta, dá a ele uma má escola, deixa ele com fome, desempregado. Você não acha isso?” Darcy Ribeiro

Após as mesas de discussão do SP em Debate, que pautaram temáticas da cidade de São Paulo, o coletivo Ocupar e Construir convida todas e todos para debater outra questão importante para o campo popular: a elitização e demais formas de opressão no futebol brasileiro.

Entendendo o futebol como fenômeno de grande importância cultural para o Brasil e reconhecendo sua essência popular, vemos nas mudanças levadas a cabo nos últimos anos no futebol brasileiro um processo claro de elitização e higienização das arquibancadas, que exclui dos campos de futebol as camadas populares, diretamente responsáveis pela construção do futebol brasileiro como é hoje. Além disso, o futebol, por refletir muito da sociedade do lugar em que se pratica o esporte, torna-se espaço de reprodução e, muitas vezes, de reforço de outras práticas opressoras.

Por isso pautaremos, nesses debates, não só a elitização das arquibancadas, mas também outras formas de opressão que se manifestam na sociedade basileira, e encontram nos estádios espaços para se reproduzirem e reforçarem, como o racismo, o machismo e a homofobia.

Em cada mesa, buscaremos abordar aspectos diferentes dessa realidade, com a participação de pessoas diretamente envolvidas na resistência a essas opressões. Queremos o futebol (de volta) ao povo!
FutebolPovoVolta
MESAS

Dia 06/06 – A elitização dos estádios de futebol
Exibição do documentário “Adeus, Geral”, com a presença de produtores do filme
Leco – diretor de comunicação da Organizada Dragões da Real (SPFC) e da Associação Nacional de Torcidas Organizadas (ANATORG)
Integrante da Gaviões da Fiel (SCCP)

Dia 07/06 – Resistência no futebol brasileiro
Renata Mendonça e Roberta Nina Cardoso – integrantes da página Dibradoras (https://www.facebook.com/dibradoras/?fref=ts)
Thaís e William – integrantes da página Palmeiras Livre (https://www.facebook.com/PalmeirasLivre/?fref=ts)
Jorge Monteiro – integrante da página Respeito Futebol Clube (https://www.facebook.com/RespeitoFutebolClube/?fref=ts)

Dia 08/06 – O papel da mídia nas mudanças no futebol brasileiro
Juca Kfouri – formado em Ciências Sociais pela FFLCH e jornalista dos canais ESPN, rádio CBN e do portal UOL
Thiago Cassis e Felipe Bianchi, Integrantes do Coletivo Futebol, Mídia e Democracia

PUC-SP – Auditório 117A
R. Monte Alegre, 984 – Perdizes, São Paulo – SP

Fonte: Futebol (de volta) ao povo!