Corner – Futebol Entrelinhas

0
631

Projeto em fase de captação de recursos via financiamento coletivo.

Uma revista trimestral com 100 páginas de jornalismo, futebol e literatura, sem anúncios, financiada pelos leitores.

A Corner é a primeira revista brasileira sobre futebol e cultura. Para nós, o esporte mais popular do mundo transcende as quatro linhas do campo e serve como desculpa para falarmos de outros assuntos, como: política, sociedade, literatura, música, cinema etc.

Somos uma revista independente e nossa missão é entregar ao público um conteúdo diferenciado e aprofundado, explorando as entrelinhas do futebol em 100 páginas sem anúncios.

Escrevemos para quem tem vontade de refletir sobre a sociedade através do futebol. Oferecemos uma alternativa trimestral ao interminável loop de vitórias-derrotas-demissões-contratações-impedimento-ou-não. Temos a manifesta intenção de enriquecer a leitura sobre o futebol.

A vontade de superar os desafios, investir em jornalismo e literatura de qualidade e homenagear toda a cultura em torno do futebol ainda é a mesma de quando nos juntamos, em 2014, para dar início a este projeto. Porém, nossos recursos financeiros permitiram somente a impressão da primeira revista. Ainda acreditamos na relevância do nosso projeto e no papel como meio de troca.

Entendemos que o nosso leitor quer belas histórias ao invés de folear anúncios. Em lugar de buscar anunciantes, preferimos buscar outra via de financiamento. Por isso, ninguém melhor que nossos próprios leitores para financiar o projeto. Claro, se alguma empresa quiser ajudar, patrocinando o projeto, existe um espaço reservado no nosso expediente e na nossa contracapa para expôr a marca — mas não é um anúncio.
TrioCorner
Na segunda edição, a América do Sul é o cenário. Trazemos o peculiar olhar de Tim Vickery sobre Brasil e futebol brasileiro. Duas fotorreportagens sobre imigrantes e também refugiados na maior cidade do Brasil, e como o futebol serve como catalisador das dificuldades e preconceitos. Da Colômbia falamos sobre a forte e promíscua relação entre violência e futebol.

Conversamos com Sorin, nosso personagem de capa, em La Paternal, e partir dele falamos sobre a decadência do maior celeiro de craques hermanos: O Argentinos Juniors, onde Sorin, Riquelme, Redondo e Maradona — para resumir — iniciaram suas carreiras. Repassamos a carreira do ex-lateral e capitão da Seleção Argentina que também passou por River, Cruzeiro, Lazio, Barcelona e PSG, e como ele foi parar como comentarista e até co-apresentador de TV.

Desviamos do óbvio Boca-River pra entrar no maior debate ideológico do futebol argentino que transcende qualquer clubismo: Bilardismo vs. Menottismo. Buscamos entender as origens vanguardistas — táticas e filosóficas — de cada ideologia que passam invariavelmente por Estudiantes de La Plata e Huracán.

O Kirchnerismo também entrou em pauta com a quebra do monopólio do futebol e suas conseqüencias foram analisadas como sintoma da gestão econômica do país no período K.

Também trazemos um outro — enriquecedor — olhar sobre o futebol argentino e brasileiro do cineasta e fotógrafo Federico Peretti, diretor do cine-documentário El Otro Fútbol e da série O Outro Futebol.

De volta ao Brasil, o rádio — veículo tradicionalmente relacionado com o futebol — mereceu uma análise cuidadosa. Pra isso, falamos com um ícone da radialismo esportivo do Rio de Janeiro: o narrador José Carlos Araujo, o verdadeiro Garotinho.

Para saber mais e/ou colaborar, acesse https://benfeitoria.com/corner#.