Seu Clementino e a CBF: “Ah se ela me desse bola…”

0
1011

Na última quinta-feira faleceu Tutuca, 83 anos, conhecido por seus personagens na televisão e bordões como “Xiiiiiíííííííí” e “Ah se ela me desse bola…”. O humorista também participou de vários filmes como “O Homem que Roubou a Copa do Mundo” e “Os Normais”. Talvez seu personagem mais famoso tenha sido o faxineiro Clementino, tímido e inseguro, era sempre abordado por mulheres com o estereótipo da “gostosona”, que “davam em cima” dele e tentavam seduzi-lo. Apesar da insistência ele não percebia e quando elas desistiam comentava com quem estava perto “Ah se ela me desse bola…”
TutucaAh
No futebol brasileiro vemos um fenômeno parecido; Ricardo Teixeira, presidente da CBF por 23 anos, soterrado por denúncias e inquéritos reunciou em 2012, mas deixou o vice em seu lugar, José Maria Marim. Este, foi preso na Suíça, envolvido em um lamaçal de corrupção. Marco Polo Del Nero assumiu em seu lugar no mês de abril, mas na última quinta-feira foi indiciado pelo FBI, a Polícia Federal Americana, na mesma investigação que gerou a prisão de Marin e “pediu licença”, não seu antes articular para definir quem senta na sua cadeira.

Tudo isso rolando e os dirigentes dos clubes não perceberam(?!) a chance de se organizarem não apenas a criação de uma liga, mas também, e principalmente, para mudar a estrutura viciada de poder do futebol brasileiro. Não perceberam ou estão confortáveis onde estão?

“Ah se ela me desse bola…”

COMPARTILHAR
Post anteriorGarrincha x México – Copa de 1962
Próximo post#PraSempreM1to
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.