Retratos da Mulher Negra no Brasil: Sororidade, Racismo e Apropriação Cultural

0
622

Esse debate tem como objetivo entender o que é apropriação cultural e quais são seus impactos nas relações entre mulheres brancas e negras. O turbante, assim como outros símbolos da cultura afro-brasileira, podem ser usados por pessoas brancas? Responder perguntas como essa é um dos maiores desafios do feminismo na atualidade. Com Aline Ramos, Gabriela Moura e Maria Clara Araújo. Djamila Ribeiro (mediação).

Djamila Ribeiro (mediadora): Mestra em Filosofia Política pela Universidade Federal de SP e colunista do site da Carta Capital.

Gabriela Moura: Relações Públicas pela Universidade Estadual de Londrina, formada em cultura e idioma árabe pelo Centro Cultural Árabe Sírio e cursando Especialização em Sociopsicologia pela Fundação Escola De Sociologia e Política de São Paulo. Co-fundadora do Coletivo Feminista Não Me Kahlo, colaboradora do Blogueiras Negras e autora do blog Nada sob Controle.

Maria Clara Araújo: ativista afrotransfeminista, graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco e pesquisadora interseccional, colaboradora da Revista Capitolina e Blogueiras Negras.

Aline Ramos: idealizadora do blog Que nega é essa?, voltado para discussões sobre feminismo, movimento negro e cultura. É jornalista e atuou em eventos culturais como o Estéticas das Periferias, que promove a cultura negra e periférica nas bordas da metrópole de São Paulo, e no Encontro Nacional de Futebol e Cultura, que tem como intuito promover práticas de futebol solidário e colaborativo. Atualmente é assessora de comunicação do Programa Jovem Monitor Cultural, que tem como objetivo estimular a inserção socioeconômica de jovens, mediante o oferecimento de formação direcionada e experimentação profissional no campo da cultura.
MulherNegra
13/11, às 19h30
Sesc Pompeia – Espaço Cênico
Rua Clélia, 93 – Pompeia – São Paulo – SP

Fonte: Sesc