O dia em que Dudu lembrou Edmundo

0
537

Palmeiras x Inter fizeram um jogão; cheio de alternativas e com muitos gols. Vários jogadores se destacaram, como Prass e Zé Roberto pelo Verdão e Alisson e Valdívia pelo time gaúcho. Meu destaque, no entanto, vai para Dudu.

Desde sua boa passagem pelo Grêmio em 2014 e sua contratação pelo Palmeiras, depois de forte disputa com os rivais Corinthians e São Paulo, a expectativa é grande. O pênalti perdido e, principalmente, a expulsão com ‘agressão’ ao árbitro nas finais do Paulista jogaram desconfiança na torcida e chegaram a fazer os rivais debocharem do negócio feito pelo alviverde. Lego engano, coisa de torcedor, já que Dudu fez um bom Campeonato Paulista.

Seu bom começo de Campeonato Brasileiro novamente ficou encoberto com os julgamentos, recursos e adiamentos que acabaram por culminar em quatro partidas contra o receio de 180 dias de gancho. Durante esse período e em suas atuações pela Copa do Brasil, no entanto, o jogador parece ter colocado a cabeça no lugar a passou a fazer ótimas partidas. Até que na noite desta quarta-feira, contra o Inter, pelas quartas-de-final do torneio…
DuduxInter
…Dudu comeu a bola. Não fez gol, é verdade, mas infernizou a defesa colorada, driblou, deu arrancadas, passes e lançamentos perigosos, catimbou, enervou os rivais e, como de praxe, levou um cartão amarelo por reclamação (justa, diga-se de passagem).

Não dá pra comparar seu futebol com o de Edmundo; seria até injusto, já que tem apenas 23 anos e ainda está em início de carreira, mas número 7 às costas, me fez lembrar o futebol do Animal e as vitórias daqueles tempos.