Fazendo Música, Jogando Bola – Quando os Roqueiros mundiais se renderam ao nosso futebol (Parte 2)

0
799

Fala galera, Fila Benário na área e se cair na área já sabe né?

No mês passado o tio aqui aproveitou o Dia do Rock (13 de Julho) para relembrar grandes nomes do Rock mundial que já prestaram homenagens ou até mesmo torcem por algum time brasileiro (a matéria completa você lê aqui), só que a lista é tão extensa e curiosa que ela merece uma segunda parte, portanto aqui está.
AliceCBF
Apesar de ter colocado aí em cima a foto do Alice In Chains com a camiseta da “Seleção da CBF” – sim, seleção da CBF e não brasileira, já que o ex-deputado e atual secretário da CBF, o Sr. Walter Feldman, disse que “A CBF é uma entidade privada e não deve ser investigada pelo poder público” – o critério de escolha aqui será apenas camisetas de clubes brasileiros.

Então bora lá para a nossa segunda parte:

Steve Harris e Janick Gers (Iron Maiden) – Vasco
StiVasco
Todo fã alucinado do Iron Maiden está mais que careca de saber que Steve Harris é um fanático por futebol, chegando a jogar profissionalmente e integrando as categorias de base do West Ham da Inglaterra, o seu time do coração.

Portanto, sempre que a banda vem para o Brasil, Harris faz questão de aproveitar os momentos de folga para assistir alguma partida do nosso futebol, e talvez a sua visita mais notória foi quando a banda se apresentou na terceira edição do festival Rock In Rio em 2001, e Steve foi conferir a final da Copa João Havelange que aconteceu no Maracanã, entre os times Vasco x São Caetano.

Depois de toda confusão do primeiro jogo da final, no qual o alambrado do São Januário caiu e o jogo foi suspenso, a final marcada para dia 18 de janeiro que consagrou o time Carioca como campeão, contou com a presença de Harris, do guitarrista Janick Gers e também do baterista Nicko McBrain.

Curiosamente, o símbolo da torcida organizada do Vasco, a Torcida “Força Jovem” é o famoso mascote do Iron Maiden, o Eddie. Steve ficou encantado com aquilo e disse que subiria no palco do Rock In Rio com a bandeira da torcida, porém o empresário e organizador do Rock In Rio, Roberto Medina, proibiu qualquer artista de levar para o palco bandeiras de times para não causar conflitos.

Coldplay – Corinthians
ColdPlayCorinthians
A presença de Ronaldo Fenômeno no Corinthians no ano de 2010 fez com que muitos artistas parassem no Parque São Jorge para conhecer o grande ídolo. O ator australiano Hugh Jackman, o Wolverine, quis realizar o sonho de conhecer Ronaldo e foi presenteado com uma camisa do clube.
WolverineFenomeno
No mesmo ano os britânicos do Coldplay – sem o vocalista Chris Martin que, com medo do mau tempo, preferiu ficar no Hotel e poupar a voz para o show que a banda faria a noite no estádio do Morumbi – também quiseram conhecer o Fenômeno e invadiram o treino do Timão felizes e animados, e também ganharam camisetas do Corinthians com os seus próprios nomes.

Sobre a vista do guitarrista Jonny Buckland, o baixista Guy Berryman e do baterista Will Champion no clube, o técnico Mano Menezes disse que ficou feliz, mas que não fazia ideia de quem era a banda. Já Andrés Sanches, o presidente do clube na época foi mais enfático: “Nem sei quem são, o meu negócio é samba”.

Bono Vox – Corinthians
BonoFenomeno
E Ronaldo mais uma vez trazendo um grande nome do Rock para o “bando de loucos”. No entanto essa simples foto ao lado de Bono Vox, lendário vocalista do U2, causou a maior “barriga” no jornalismo esportivo.

Quando o grupo irlandês veio para o Brasil em 2011 para uma série de shows em São Paulo (no qual eu estive presente em um e contei a experiência AQUI, entre os dias de folga, Ronaldo levou Bono para conhecer a night paulistana, e uma das paradas da dupla foi em um famoso Karaokê na área nobre de São Paulo.

No meio da balada Ronaldo tirou essa foto com Bono, no entanto, sem postar a imagem ele escreveu em seu twitter “E finalmente consegui um grande reforço para o Corinthians”.

Na época havia especulações que o jogador holandês Seedorf (Milan) jogaria em um clube brasileiro, e Ronaldo que já não estava mais jogando no Timão, mas tinha um excelente relacionamento com a diretoria do clube e tinha amizade com o jogador, seria uma excelente ferramenta para trazer o craque para o time. E com essa frase no Twitter de Ronaldo os principais jornais e programas esportivos morderam a isca e anunciaram Seedorf no Corinthians.

O apresentador e ex-jogador do Corinthians, Neto, deu total certeza que Seedorf vestiria o manto corintiano e falava até na apresentação dele no clube. No final das contas, Ronaldo finalmente postou a foto com Bono, acabando de uma vez por todas com o mal-entendido, e Seedorf foi para o Botafogo.

Tony Alva (General Fucking Principle) – São Paulo
TonyTricolor
Para os fãs de Punk Rock, o General Fucking Principle foi uma das maiores bênçãos surgidas nos últimos anos, o quarteto era nada mais que um projeto reunindo quatro grandes lendas da cena Punk Rock, entre eles o guitarrista Greg Hetson (Bad Religion e Circle Jerks), o baterista Amery Smith (Suicidal Tendencies), o vocalista Crazy Tom (DFL) e o baixista Tony Alva, famoso Skatista, considerado a lenda de Dogtown.

Em 2013 a banda desembarcou no Brasil para um único show no Hangar 110, em São Paulo, e curiosamente Tony se apresentou trajando a camisa do Tricolor Paulista.

Até hoje ninguém sabe se Alva realmente tem simpatia e é torcedor do São Paulo, ou se ele foi presenteado por algum jogador do clube, já que nesse vídeo onde Tony e Greg são entrevistados, dá pra perceber um autógrafo na camiseta.

Se Liga no Mos #02

KISS – Atlético Mineiro
KissAtlMG
Em abril desse ano, o famoso grupo de Hard Rock, Kiss, fez turnê no país se apresentando em São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte. Durante a passagem do grupo por BH a diretoria do Atlético Mineiro presenteou a banda com camisetas oficiais do clube com o nome de cada membro nas costas

Jack Johnson – Internacional
JackInter
Em 2011, a diretoria do Internacional também aproveitou o show do músico havaiano de Soft-Rock, Jack Johnson, em seu ginásio, o Gigantinho em Porto Alegre, para presenteá-lo com uma camiseta do time.

O mesmo foi feito pela diretoria com Ozzy Osbourne, quando o madman se apresentou no mesmo lugar, mas quem leu a coluna passada sabe muito bem a gafe que cantor cometeu.

Slash – Vasco
SlashVasco
Já o time de futebol americano do Vasco, o “Vasco Patriotas” presenteou o grande guitarrista Slash, o eterno Guns N’ Roses, com uma camisa do time na passagem do músico com sua turnê solo no Rio de Janeiro em março desse ano.

Chris Pitman (Guns N’ Roses) – Flamengo
ChrisFlamengo
E falando em Guns, um dos tecladistas da banda, o americano Chris Pitman, também foi presenteado com uma camisa de um grande clube carioca, o Flamengo, durante a passagem da banda pelo Brasil em 2014, e o mesmo fez questão de vestir. Pitman conhece muito bem o nosso futebol, já que sua esposa é brasileira.

Bob Marley – Santos
BobSantos
E pra fechar com chave de ouro a nossa lista, já que o Reggae é um primo/irmão bastardo do Rock, aqui vai uma bela homenagem a todos os santistas do nosso Brasil, a imagem do Rei do Reggae, Bob Marley, vestindo a camisa do alvinegro praiano, durante a sua visita ao Brasil em 1980.

Marley, apaixonado por futebol, jogou uma pelada no campo do Chico Buarque, no Rio de Janeiro, ao lado do jogador Paulo César Caju e do músico Toquinho. No final do jogo Bob Marley, se aproximou de PC Caju e disse: “Te adoro, sou fã do seu futebol”. Caju respondeu: “E eu da sua música”.

Marley revelou que a após a vitória brasileira na copa de 70, a Jamaica toda passou a torcer para o Brasil. E nessa ocasião ele vestiu a camisa do Peixe.

E assim encerramos a nossa matéria especial, mês que vem tem mais “Fazendo música, jogando bola”. Tchau.

Fila Benário ou Vinícius Vieira de Oliveira (como é menos conhecido) é estudante de Jornalismo da FAPSP e entre uns goles de Sprite, um Rock bem pesado e o seu amor incondicional pelo Coringão, mantém o blog musical Fila Benário Music.

Os textos e charges publicados na categoria CONVIDADOS, apresentam e refletem a opinião dos mesmos, não necessariamente alinhando-se com a do Blog Futebol-Arte. Sua publicação tem o propósito de apresentar diferentes pontos de vista e estimular reflexões e debates.

#futebolemusica