Espetáculo “Nas voltas da bola e da boleta” – Plínio Marcos

0
776

O espetáculo com direção de Sérgio Audi é um solo, interpretado-performado pelo ator Thiago Barros, autor do projeto original e também ex-jogador de futebol, a partir de conto homônimo de Plínio Marcos.

Publicado originalmente como um conto integrante do livro “Inútil canto e inútil pranto pelos anjos caídos”, o texto trata das mazelas da indústria do futebol. Desde a peneira à a decadência precoce do atleta. Passando pela atuação dos vendedores e agentes de jogadores, pela corrupção, as drogas e as diversas situações extremas a que um jogador de futebol profissional é exposto.

Mais uma vez Plínio revela a degradação humana produzida por um sistema que se orienta pela maximização dos ganhos financeiros. Neste caso, através do corpo humano levado ao limite de suas possibilidades, e, devido a esse paroxismo, descartado precocemente após a decadência de suas capacidades, causada pela exaustão dos recursos físicos e psicológicos do jogador de futebol. Esportista tornado uma máquina de eficiência e competitividade, que logo se desgasta irreversivelmente.

Concebida em uma semi-arena intimista, a peça é uma grande narrativa, que se alterna entre a primeira e a terceira pessoa. “Desta forma a montagem expõe ao espectador os conflitos, situações e personagens do conto de Plínio Marcos, permitindo um distanciamento e uma aproximação físico-emocional do tema e das ações dramáticas”, afirma o diretor Sérgio Audi.

SINOPSE
Um jogador de futebol, revive cada passagem de sua trajetória da paixão de menino pelo esporte a profissionalização, exploração e, inevitável, decadência. Revelando os tortuosos caminhos e mal-intencionados personagens que atravessam a vida do esportista.

BolaBoleta
27/08, às 20h
Museu do Futebol – Sala Osmar Santos
Praça Charles Miller, s/nº Pacaembu – São Paulo – SP

Fonte: Museu do Futebol