Futebol Callejero

0
1640

Uma Ferramenta para a Transformação Social – Com Lisa Solmirano (Fundación Fútbol para el Desarrollo – FuDe) e Carolina Moraes (Ação Educativa)
Através do relato pretende-se compartilhar a experiência do Futebol Callejero, que surge em um distrito de Moreno, na Argentina, em 1994, com a Fundação Defensores del Chaco, para integrar dois grupos de jovens em conflito. Propõe um novo jeito de jogar futebol, que dá visibilidade e relevância ao respeito pelos valores humanos. Futebol Callejero não é fair play, mas prioriza o respeito, o companheirismo, a solidariedade, a cooperação entre as pessoas envolvidas no jogo. Jogado assim, o futebol torna-se uma poderosa ferramenta para mediação de conflitos, formação de lideranças, desenvolvimento de grupos, coletivos e organizações de base comunitária.
18/09, das 18h30 às 21h30

Outro Futebol é Possível – Com Maurício Mendes Belmonte (UFSCAR – Universidade Federal de São Carlos)
Quais são as regras, dinâmicas e formas de jogar o Futebol Callejero? Podemos começar dizendo que as partidas são disputadas em três tempos, as equipes são mistas (homens e mulheres jogam juntos), não há a figura de um árbitro. A oficina oferece a oportunidade de conhecer na prática esse método utilizado na Educação Popular que tem sua prática sustentada pela cooperação, solidariedade e respeito.
19/09, das 14h30 às 17h
FutebolCallejero
Sesc São José do Rio Preto – Teatro
Avenida Francisco das Chagas Oliveira, 1333, Chácara Municipal – Rio Preto – SP

Fonte: Sesc

COMPARTILHAR
Post anteriorPoesia: Impedimento
Próximo post69ª Reunião do MEMOFUT
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.