Raça, Amor e Paixão

0
714

Projeto em fase de captação de recursos via financiamento coletivo.

Voltar no tempo e recuperar bons momentos de grandes jogos é manter viva a história do Flamengo
Raça, Amor e Paixão – os jogos inesquecíveis do Flamengo


O livro

Gustavo Roman e Vitor Sérgio Rodrigues fazem uma viagem pela rica história de vitórias e conquistas do Clube de Regatas do Flamengo. Escrever e relembrar feitos memoráveis do Mais Querido do Brasil é tarefa fácil. Difícil foi selecionar esses feitos, os grandes momentos, os gols que, ao relembrá-los, o leitor rubro-negro certamente voltará no tempo e comemorará novamente como se estivesse no estádio.

O livro tem prefácio do radialista Washington Rodrigues, orelha do jornalista esportivo Mauro Beting, além de depoimentos de Alexandre Tavares, André Rocha, Nalbert e Zico.

Que clube estreia marcando 15 gols? Os autores contam sobre este Flamengo, desde a goleada em 1912 ao mais espetacular jogo deste século, o 5 x 4 na Vila de Pelé. Rubro no calor de Valido, em 1944. Negro na força de Joel, Rubens, Índio, Dida e Babá em 1954. Verde-amarelo no talento dos tri Evaristo e Zagallo, em 1956.

Parece magia. E é. Como os 177 mil que pagaram para ver Carlinhos e Nelsinho em 1963. Flamengo de fé. De coração. Rico da graça de Zico. Cheio de raça de Rondinelli, em 1978. O começo de tudo. De Adão, o Claudio, a Nunes, o Danado, João.

Dos 6 x 0 da volta em 1981 contra o Botafogo, aos 3 x 0 na volta ao mundo rubro-negro. Antes passando ferro no Cobreloa, ganhando no gramado e no ladrilho do Vasco. Três taças em três semanas. Brinde a Carpegiani, Raul, Leandro, Mozer, Júnior, Andrade, Adílio, Tita… Tantos. Único! O maior do mundo em 1981.

Na obra tem Galinho partindo em 1983. Tem o Galo voltando em 1986. Tem Renato, Bebeto, Leonardo e Zinho em 1987. Copa União de gerações que se despedem com Zico, em 1989. Acabou o mundo? Não. Tem campeão da Copa do Brasil em 1990. Tem penta em 1992. Tem Petkovic na gaveta em 2001. Tem Pet reciclado com Adriano revirando a história em 2009.

Para mais informações e para colaborar, acesse https://www.catarse.me/pt/flamengo.