Sou do Esporte

0
869

Sou do Esporte faz a ponte entre atletas, times e ONGs esportivas com empresas, permitindo patrocínio sustentável e desenvolvimento social

A Sou do Esporte, a primeira rede de negócios que facilitará o contato entre atletas e patrocinadores, e ainda promete gerar uma revolução na forma de investir no esporte brasileiro lançando o Clube do Patrocínio, entrou no ar na última segunda-feira. A plataforma virtual representa um caminho tanto para atletas que não conseguem encontrar patrocinadores dispostos a investir, como para empresas que, muitas vezes, querem investir, mas não sabem como.
SouEsporte
O Clube do Patrocínio da rede SDE é um novo conceito de investimento, em que a união de empresas de todos os ramos e tamanhos visa o patrocínio sustentável, aonde é possível investir em oito categorias, com produtos e serviços, como por exemplo material esportivo, passagens aéreas, planos de saúde, entre outros, facilitando a atuação dos investidores. As empresas que aderirem à rede também podem receber o selo “Investidor Nação Esportiva”, oferecida pelo Sou do Esporte e que permite a divulgação do investimento. Além disso, essas organizações concorrem ao Prêmio Sou do Esporte, que conta com quatro categorias: Solidário, Sustentável, 2015 e Sou do Esporte do Brasil.

Apadrinhado por Andre Heller, campeão olímpico com a seleção brasileira de vôlei, a rede também proporcionará apoio aos atletas na fase seguinte ao encerramento de suas carreiras, facilitando a contratação destes para palestras ou a participação em peças publicitárias. Mais detalhes sobre o funcionamento da rede SDE, tanto para empresas como para atletas, ex-atletas e ONGs, também estão disponíveis no canto inferior esquerdo do portal.

Responsável pelo Clube do Patrocínio da rede SDE, a jornalista Fabiana Bentes, que também dirige o portal Esporte Essencial, afirma que o objetivo do Sou do Esporte é viabilizar o investimento em massa no esporte, favorecendo tanto as empresas, como os atletas. “Ao abrir a possibilidade de investir com produtos, serviços e até mesmo recursos financeiros, mas sem cotas mínimas e ainda oferecendo propriedades comerciais para a empresa investidora, colocamos no mercado uma gama enorme de potenciais investidores no esporte, nos quatro cantos do país, com atletas que podem ser beneficiados com diversos tipos de apoios, também em qualquer lugar do Brasil. A plataforma do Clube do Patrocínio é democrática, ONGs esportivas, times e atletas a partir dos 12 anos e até mesmo no pós-carreira, podem ser beneficiados. Quem estiver investindo pela rede Sou do Esporte é, com certeza, uma peça fundamental no desenvolvimento social do Brasil e, também, responsável pela transformação do Brasil numa nação esportiva.”

A rede Sou do Esporte não é uma agência de atletas e não cobra taxas ou percentual por patrocínios concluídos.

Fonte: Michele Barcena

COMPARTILHAR
Post anteriorCarnaval do Pirata da Perna de Pau
Próximo post63ª Reunião do MEMOFUT
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.