Cordel: 4º Copa do Mundo Brasil – 1950

0
1028

A Segunda Guerra impede
Duas copas mundiais
São as de 42
46 e tem mais
Quase não há em 50
Porque a grande tormenta
Deixou sequelas demais

A Europa é arrasada
(Mortos mais de 100 milhões)
Enquanto a economia
Descia pelos porões
Daí Estados Unidos
Um dos líderes surgidos
Avançam como leões

A União Soviética
É a outra liderança
Que com a Segunda Guerra
Esta posição alcança
Nova ordem mundial
É desenhada, afinal,
A guerra gerou mudança

Para a copa de 50
O Brasil foi escolhido
Porque o nosso país
Não tinha sido atingido
E ainda prometeu
Um estádio que se deu
Como o maior construído

Este é o Maracanã
O da copa de 50
Brasil sede mundial
De ser campeão intenta
E a copa aconteceu
E o que nela ocorreu
Este poeta comenta

Só com 13 seleções
A copa foi disputada
03 países desistiram
De vir para essa jornada
Mas foi um grande sucesso
Obteve-se progresso
Comparando com a passada

Brasil, Espanha, Bolívia
Iugoslávia, Paraguai
Suíça, Estados Unidos
Chile, Inglaterra, Uruguai
México, Itália e Suécia
A copa da peripécia
Onde o fervor sobressai

Primeira fase o Brasil
O seu futebol atiça
4×0 sobre o México
E 2×2 com a Suíça
Depois meteu 2×0
Na Iugoslávia, e o esmero
Foi com a pelota roliça

Chegando à fase final
O Brasil amplia o zoom
7×1 contra a Suécia
Na Espanha 6×1
Vencendo e convencendo
Foi para a final querendo
Fazer seu ziriguidum

Ademir é o artilheiro
09 gols ele marcou
Tudo estava preparado
Como o povo desejou
O Brasil tava na ponta
Como campeão desponta
Assim na final chegou

O Maracanã lotado
200 mil torcedores
Brasil versus Uruguai
Mas no final só deu dores
2×1 pros uruguaios
E foram muitos desmaios
Do lado dos perdedores

Uruguai bicampeão
Em 50 no Brasil
Tem gente que até hoje
Não crê naquilo que viu
Mas foi assim a final
Do primeiro mundial
Na terra do pau-brasil

Abdias Campos