11ª Edição do Torneio Gol de Letra – Futebol e Cidadania

1
704

Futebol e cidadania fazem tabelinha aqui no Futebol-Arte desde o começo do blog. Já foram publicados posts sobre futebol e educação, racismo, homofobia, exploração sexual, política e direitos humanos, tanto divulgando eventos de terceiros quanto abordando o tema por algum acontecimento relacionado ao mundo da bola.

Tudo isso para dizer que o Blog Futebol-Arte participou da cobertura do evento final da 11ª Edição do Torneio da Fundação Gol de Letra, nesta segunda-feira, no estádio do Morumbi, que contou também com a presença de Raí, Zetti, Cafu, Amoroso, Vampeta e muitos outros ex-craques do nosso futebol.
Rai_FGL11
A Fundação Gol de Letra, prestes a completar 16 anos de existência, tem como objetivo contribuir com a educação de crianças e jovens de comunidades socialmente vulneráveis e já atendeu mais de 7 mil crianças nesse período.

Conforme o site da instituição:
“O Torneio Gol de Letra surgiu como forma de canalizar toda força esportiva da Fundação Gol de Letra, principalmente no futebol por meio de seus instituidores Raí e Leonardo, em um grande evento capaz de arrecadar valores fundamentais para continuidade dos projetos da instituição.

AbrilEY
Com edições no Rio de Janeiro e São Paulo, reúne diversas empresas comprometidas com a responsabilidade social em um evento de muita festa, animação e futebol. Além da fase eliminatória que ocorre em um sítio em São Paulo e no Clube do Zico no Rio, as finais do torneio são realizadas no Morumbi e Maracanã, respectivamente.”

O evento de ontem contou com a participação do time da Natura e da Eurofarma, disputando o Troféu Fair Play e com Abril e EY (antiga Ernst Young) disputando o título do torneio.

Na entrevista coletiva com Raí, instituidor da organização em parceria com Leonardo, o craque falou dos resultados da ONG, elogiou Rogério Ceni, agradeceu à diretoria do SPFC por colaborar com o projeto, comentou a definição do Campeonato Brasileiro 2014 e também demonstrou que não está otimista com os rumos do futebol brasileiro no que diz respeito aos nossos dirigentes (calendário, falta de organização e investimentos na base, clubes endividados etc.).

Por coerência, mais do que com discurso, este blog tenta contribuir com a formação de jovens estudantes abrindo espaço para que façam a cobertura de eventos, enviem fotos, vídeos e escrevam matérias e artigos. Ontem, o estudante de jornalismo Kaique Dalapola acompanhou o evento como credenciado do Blog Futebol-Arte.

Agradecimentos especiais para o pessoal da Lead Comunicação, à Patrícia Liberali e à minha Edi Fonseca.

1 COMENTÁRIO

  1. Ricardo Roca, eu é que tenho que agradecer a você e ao FUTEBOLARTE por participar da finalização desse torneio e acompanhar seu trabalho feito com tanta empolgação. Também gostei de ver a vibração das torcidas e dos representantes de diferentes empresas comprometidas com a responsabilidade social.
    A Fundação Gol de Letra tem projetos e programas muito bonitos, realizados com empenho e dedicação, que já colaboraram com a formação de tantas crianças e jovens!
    Foi muito bom rever pessoas tão queridas e por quem tenho grande admiração: Patricia Liberali – que lidera o Programa Virando o Jogo; Sóstenes – superintentende da FGL, (mesmo que por um breve tempo em um encontro no corredor do Morumbi) e Raí – ele em campo e eu torcendo pelo(a) Gol de Letra.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.