Poxa vida hein, Holanda?!

0
782

10531295_721439691252399_17775855_n

Por Ester Vitkauskas

Quando a gente pensa que está ruim, acredite: PIORA!

Não bastasse a derrota HU-MI-LHAN-TE para a Alemanha no Mineirão, os brasileiros viram o pesadelo piorar na quarta-feira, dia 09 de julho.
A chance de ser hexa acabou logo aos 30 minutos iniciais contra os alemães no jogo de terça-feira. No dia seguinte, o que restava aos brasileiros era “vestir” a cor laranja e engrossar o coro da torcida holandesa contra a Argentina.
No estádio do Corinthians o que se viu foi nitidamente dois times que tinham assistido Brasil e Alemanha e de certa forma “temiam” um vexame parecido. Afinal, quem imaginaria que o Brasil perderia daquela forma? – talvez eu, que sempre desacreditei dessa seleção de Felipão e já dizia que quando pegasse Holanda ou a própria Alemanha iria perder de goleada (mas sete é demais, né gente?!).

O jogo (bem resumido)

Argentinos e holandeses foram ao ataque com muita cautela. Os dois times se respeitaram demais e não fosse pela tão conhecida eficiência de Higuaín (rs), os hermanos teriam ganhado o jogo. O atacante desperdiçou boas oportunidades e foi substituído por Agüero que não fez absolutamente nada nos minutos que esteve em campo. Messi, o craque do time estava muito bem marcado e pouco pode fazer na partida.

Robben novamente confirmou a fama de “sumir” em decisões. Bem marcado, fez apenas algumas jogadas, mas nada que levasse muito perigo ao gol de Sergio Romero. O grande erro da equipe holandesa foi cometido (quem diria) pelo técnico tão elogiado durante a competição. Com o jogo na prorrogação e poucas chances de gol, estava na cara que a partida iria para as penalidades máximas. Van Gaal tinha apenas uma alteração e todos imaginavam que ele colocaria Tim Krul, que defendeu dois pênaltis na partida contra a Costa Rica pelas quartas de final. Mas o técnico apostou na vitória de sua equipe na prorrogação, tirou o capitão Van Persie e colocou Huntelaar. O atacante que surgiu como promessa no futebol holandês conseguiu apenas um cartão amarelo, mais nada.

Como todos imaginavam, a partida foi para os pênaltis e a Holanda não pôde contar com o seu goleiro grandalhão. Para o desespero dos brasileiros, o goleiro argentino pegou dois pênaltis e os nossos hermanos comemoraram muito a ida à final da Copa do Mundo.

A nossa torcida para a Holanda não deu certo e agora, resta torcer pelos nosso algozes. Afinal, ninguém merece os argentinos comemorando título principalmente em solo brasileiro.

#VAIALEMANHA
Tarja_Ester