We are one

0
626

Confesso que só assisto às partidas de futebol de quatro em quatro anos. Não que eu não goste de futebol, é porque não entendo mesmo rs. Durante a Copa do mundo somos contagiados a vestir a camisa e torcer, gritar e esbravejar o nosso amor pelo Brasil. Somos consumidos por um sentimento patriota.

No primeiro jogo da Copa, os presentes no estádio cantaram o nosso hino a capela e, agora, continuar a cantar o hino depois que ele termina, se tornou o nosso “ritual” para empurrarmos a seleção rumo ao hexa.

Mesmo não entendendo muito sobre as táticas utilizadas pelos jogadores eu consegui “apreciar” o jogo, se posso usar essa palavra, né? Eu e meus amigos revezamos onde iremos assistir aos jogos. O primeiro foi em casa, o segundo na casa da minha amiga Denise, o terceiro na casa de outra amiga, a Vitória. O próximo,  que será no sábado, só Deus sabe onde será! Mas tudo isso contribui para estreitar os laços de amizade e o Brasil ganhando ou perdendo, estaremos unidos. Um ponto importante, quando assistimos na casa da Denise, o jogo ficou empatado em zero a zero, não gostamos muito do resultado, mas ok, né? Passo a acreditar que ela é pé frio. Ontem, pelo menos, o jogo ficou em quatro a um.

Análise sobre o jogo

Comparando os últimos três jogos, acredito que esse foi o melhor jogo para a seleção. Claro, todos concordaram que o desempenho do time tem de melhorar.

De forma alguma desmerecendo a seleção de Camarões, que foi nossa adversária ontem, mas se permitir tomar um gol é só por Deus.

É preciso criar uma melhor interação aos jogadores. O nosso time não pode estar apenas apoiado em cima do Neymar, caso isso aconteça, iremos sofrer como Portugal sofreu quando disputou com a Alemanha (perdeu de quatro a zero). Mas o importante é saber que passamos para a próxima fase e torcer para Felipão não ser teimoso e manter Fernandinho no lugar do Paulinho. Oração: Meu Deus, seria pedir demais que o Felipão trocasse o Daniel Alves pelo Maicon? (rs)

Da esquerda para a direita: Maria (mãe da Vitória), Simony, Denise, Tayane, eu, Fernanda, Henrique e Vitória lá no fundo. We are one
Da esquerda para a direita: Maria (mãe da Vitória), Simony, Denise, Tayane, eu, Fernanda, Henrique e Vitória lá no fundo. We are one

Tarja_Alisson10