Política F.C. – o futebol da ditadura

0
786

Futebol e política se misturam? O senso comum nos diz que “infelizmente sim”, por conta de nossa concepção negativa sobre o que é política. De qualquer forma, o fato é que são vários os exemplos (a maioria negativos) de como políticos do mundo todo usaram e ainda usam nosso esporte favorito para fins políticos: Vargas e os militares (com mais ênfase no período do General Médici, com o time de 70) são dois casos internos; a Copa de 78 na Argentina, durante a ditadura militar daquele país e o histórico caso do Dínamo de Kiev durante a 2ª Guerra Mundial e a Alemanha de Hitler são os externos. A lista é longa.

Essa fase pré-Copa, de tantos protestos e questionamentos (legítimos) sobre as prioridades de investimentos dos governos e o modus operandi das desapropriações / licitações / definições relativas ao evento, temos uma ótima oportunidade para diferenciar as coisas e refletir sobre o pensamento comum que chama o futebol de “pão e circo” ou “ópio do povo“.

A boa dica é a exposição “Política F.C. – o futebol da ditadura”, com curadoria de Vanessa Gonçalves e Milton Bellintani, que vai acontecer a partir de junho no antigo prédio do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops), que foi um dos principais pontos de tortura durante as ditaduras Vargas e militar.
PoliticaFC_Ditadura
Segundo os organizadores:
A proposta é apresentar ao torcedor brasileiro e de todos os países presentes na Copa de 2014 o outro lado da moeda de momentos importantes da história nacional e do mundo, em que futebol e política se misturam – para o bem e para o mal.

O foco principal é mostrar como a ditadura de 1964 utilizou a imagem da Seleção Brasileira, especialmente na Copa de 1970, para vender aos brasileiros e ao resto do mundo a falsa ideia de que o Brasil estava se transformando numa potência dentro e fora dos gramados.

14/06 à 30/09, das 10h às 18h
Memorial da Resistência de São Paulo
Largo General Osório, 66 – São Paulo – SP
Entrada: gratuita