Bellini, Eterno Capitão

0
554

Um homem simples, marcado por um gesto simples. Bellini não era um zagueiro clássico, mas conquistou o mundo e marcou a história do futebol para sempre com seriedade e lealdade. Foi capitão por onde passou, Vasco da Gama, São Paulo e Atlético-PR dentre os principais clubes e seleção brasileira em nossa primeira conquista.

Imortalizou, quase que por acaso, o gesto que caracteriza a conquista de um campeonato, ao levantar a taça Jules Rimet por sobre sua cabeça para atender a um fotógrafo brasileiro que não tinha um bom ângulo para a foto.
Bellini_JulesRimet
O capitão de 58 lutava contra o Mal de Alzheimer desde 2004 e hoje nos deixou. Todos partem, mas poucos deixam sua marca como Hilderaldo Bellini fez.

O documentário Eternos Capitães conta um pouco sobre essa e outras histórias.