Terceiro Hangout, Desossando o Pato

0
558

Se você “chegou agora” por aqui e quer entender melhor esse post, deve ler antes Primeiro Hangout, meu Boeuf Bourguignon e Segundo Hangout, Quase Lá. Se puder, aproveite para assistir aos vídeos de nossos bate-papos.

Agora, finalmente chegamos ao Hangout-Arte, ao Hangout-Moleque ou, para mantermos as metáforas relativas ao filme Julie e Julia, ao nosso Pato Desossado. Isso porque após inúmeros problemas técnicos na estreia e ainda alguns problemas no segundo programa, conseguimos atingir o “padrão FIFA” no terceiro e último programa dessa série que se propôs a acompanhar a Copa das Confederações. Assim como no filme, encaramos com coragem e nos saímos bem diante do “desafio final”. Divulgamos o link com antecedência para quem quisesse acompanhar ao vivo, começamos absolutamente no horário e fomos até o final, inclusive com a participação do público por meio de perguntas. Novamente contei com a ajuda de Pedro Galindo e Wanderley Frare e quase dá pra comparar nosso desempenho com o do time do Brasil na final de ontem, quando demos um chocolate na Espanha.

Em vista das teorias da conspiração, comentários e boatos vistos nas redes sociais sobre uma suposta compra do título, me pareceu oportuno iniciar com um texto de Nelson Rodrigues, atualíssimo, apesar de escrito em 1958:

“Em qualquer outro país, uma vitória assim límpida e líquida do escrete nacional teria provocado uma justa euforia. Aqui, não. Aqui, a primeira providência do torcedor foi humilhar, desmoralizar o triunfo, retirar-lhe todo o dramatismo e toda a importância. […]
A propósito, eu me lembro de um amigo que vivia, pelas esquinas e pelos cafés, batendo no peito: — ‘Eu sou uma besta! Eu sou um cavalo!’. Outras vezes, ia mais longe na sua auto-consagração; e bramava: — ‘Eu sou um quadrúpede de 28 patas!’.
Não lhe bastavam as quatro regulamentares; precisava acrescentar-lhe mais 24. Ora, o torcedor que nega o escrete está, como o meu amigo, xingando-se a si mesmo. E por isso, porque é um Narciso às avessas, que cospe na própria imagem, eu o promovo a meu personagem da semana”.

Acompanhe e veja o que rolou. Com direito a surpresa no final: