Não me representa!

0
810

Aumenta a cada dia, este blog incluso, o coro dos descontentes com a escolha de Marco Feliciono (PSC-SP) para a Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara dos Deputados. É primordial que todos entendam que é claro que ele tem direito a ter suas opiniões, por mais polêmicas que sejam; no entanto, não podemos confundir liberdade de expressão com impunidade. Se homofobia e machismo são “apenas” estupidez, racismo, por exemplo, é crime. Além do que, que sentido faz um deputado assim presidindo uma comissão que tem, dentre outros objetivos, defender as minorias de discriminações?

Ainda que a charge seja de humor, o assunto é sério, assim como a situação dos corintianos presos na Bolívia!

Imagem extraída do site Formadores de Opinião – Cidadania, Civismo e Patriotismo.