Troféu Dividido ao Meio

0
458

É grande a rivalidade entre o Rio Grande (clube de futebol mais antigo do Brasil ainda em atividade profissional), o São Paulo e o Riograndense, todos da cidade gaúcha de Rio Grande. Nos jogos entre os times, sempre saiam confusões ou brigas homéricas, até que, em 1940, o Sport Club São Paulo e o Football Club Riograndense estavam de relações cortadas. Para apaziguar a situação, foi organizado um campeonato que envolvia os três times de Rio Grande. O troféu foi denominado Taça Confraternização.

Após os primeiros jogos, o Rio Grande e o São Paulo chegaram à final. Depois de uma disputa acirrada, com sucessivos empates, chegou-se à conclusão de que era impossível declarar um vencedor. Como nenhum dos dois times abria mão do troféu, a solução encontrada foi declarar as duas equipes campeãs. Assim, com o objetivo de serenar os ânimos e acalmar as torcidas e os dirigentes, a taça foi dividida ao meio e cada um dos times recebem uma matade.

Extraído do livro Futebol é uma Caixinha de Surpresas, de Luiz Fernando Bindi.

Imagem extraída do Blog do Curioso, que tem outra versão para essa história. Confira!