Mágica? Azar? Migué?

0
377

Quem me conhece sabe que, de verdade, não acredito em azar. Também não entendo quando rolam boatos sobre um jogador profissional de futebol dar “migué”. Será que alguém consegue mesmo ficar satisfeito apenas recebendo seu (bom) salário, sem entrar em campo? E a disputa, o desafio, a rivalidade? Seleção? Entrar pra história?

Mas então, como explicar o que vem ocorrendo com o Valdívia desde seu retorno ao Palmeiras? Como diria o famoso locutor: “que fase, amigo”!

COMPARTILHAR
Post anteriorGo West Paris Saint-Germain
Próximo postFrases de Futebol – Stanislaw Ponte Preta
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.