O mundo é dos loucos

10
1172

Agora não há mais quem possa dizer que o Corinthians não é campeão do mundo. E se contra o Al-Ahly o time parecia indicar que ia morrer na praia, na final contra o Chelsea se encontrou em campo e mereceu o título.

Ao final do primeiro tempo, quem ouvisse que Cássio havia sido o melhor em campo poderia imaginar um domínio do time inglês. Na verdade, a primeira parte do jogo foi bem equilibrada, com chances para os dois times e talvez um ou dois chutes a gol a mais para o Chelsea. Já no segundo tempo, até pelo menos os 30 minutos, só deu Timão.

Algo importante a ser dito sobre essa jornada desde a disputa da Libertadores é que se Cássio foi ILUMINADO, Romarinho foi iluminado, Paulinho foi iluminado, Danilo foi iluminado, Sheik foi iluminado, Guerrero (agora no mundial) foi iluminado e tantos outros, foi Tite que soube onde e quando jogar toda essa luz.

E Tite só está lá por méritos de Andrés Sánchez. O mais incrível é que, se não consigo falar bem da pessoa, não há como não falar das coisas que realizou como presidente do clube. Pegou o time na série B do Brasileirão, manteve Tite em momento delicado como a eliminação para o Tolima, deixa um estádio próprio (dinheiro público é verdade, mas na torcida, quem se importa?…), quadruplicou o faturamento do clube e o levou a conquista da Libertadores, obsessão da torcida e, agora, do Mundial.

Pra quem diz que os europeus não ligam pra essa disputa, basta ver a cara dos jogadores do time inglês observando a entrega dos prêmios para os corintianos.

O Natal dos alvinegros chegou mais cedo, e com Peru.

10 COMENTÁRIOS

  1. Meu querido alviverde,
    Curti demais seu post de hoje. Seus comentários são sempre muito pertinentes e ponderados.
    Vi você assitindo ao jogo hoje, em alguns momentos de pé. Vc disse que torcia contra, mas acho que vc também torcia pelo meu Timão… rsrs. Brincadeirinha, sei do teu amor pelo Palmeiras, mas sei que vc torce mesmo é pelo futebol arte.
    Parabéns pelo lindo trabalho!
    De sua fã (avinegra)número 1 e pra lá de feliz!
    Edi

  2. Ricardo, sempre que posso passo por aqui para ler seus posts, e acho incrivel sua conduta, sempre buscando ser o mais imparcial possivel ( uma proeza pra um palmerense, sei bem o quanto isso pode ser dificil).
    Mas o fato é que agora o mundo pode acabar, nem ligamos!
    Nosso Natal, nosso Ano Novo, nosso mundo é Corinthiano.
    Importante lembrar que, com algumas ressalvas, essa luz se traduz na nossa Torcida muito pra lá de Fiel.
    Pra gente o Corinthians é uma religião, quase um estado de espirito e você há de convir que com todo equilibrio psicologico que por vezes nos faltam e que tanto sobrou pros Ingleses, nossa torcida eleva a garra do time.
    E isso é merito de todos.Da Equipe. Dos Jogadores.
    Dos “anti” porque não? (caso eles não saibam, eles nos impulssionam a querer sempre mais) e merito maior pra esse BANDO, que se não fosse louco, não levaria o time onde chegou.
    Sem duvidas e o Japão esta aí pra não nos deixar mentir, Corinthians é o time mais Brasileiro.

    Bjks e saudações Alvinegras =)

    • Oi Erika,
      Primeiramente, obrigado pelos elogios. De vez em quando nos deparamos com situações que nos mostram o quanto é difícil e caro sermos imparciais e coerentes, mas é um bele exercício e os resultados costumam ser bons, pra quem se importa.

      Penso que o Corinthians, já há alguns anos, aparentemente, saiu de uma era de amadorismo administrativo para uma gestão mais profissional. Os resultados em campo acabam sendo naturais; mesmo que o time tivesse perdido hoje, a impressão é que o clube encorpou e vai ter outras conquistas. Espero que o meu Palmeiras, o time mais brasileiro pra mim, honre suas gigantescas tradições e profissionalize sua administração.

      E pelo bem do nosso futebol, que São Paulo, Santos, Inter, Grêmio, os grandes do RJ, Cruzeiro e Atlético e por esse Brasil afora, os clubes aprendam com seus erros e com os acertos dos rivais.

      beijos,
      Roca

  3. Bom post… mas independe de ser Corinthians ou nao… tem algo que ainda vamos aprender (talvez). Eh exercitamos mais o nosso patriotismo e o futebol em algumas situacoes nos da essa chance. A conquista do mundial revela mais que um time… revela o pais que representou todos os times de um pais, de um continente! Mas ha ainda aqueles que pela ignorancia teimam em torcer contra o seu pais… um egoismo que deixa chego e demonstra que ainda precisamos treinar muito como brasileiros para subir no podium de uma nacao que poderia ser mais respeitada no mundo se nos mesmos o fizessemos. Vlw Ricardo, Vlw Timao por trazer mais este titulo para o nosso pais .)

    • Ah Geraldão, a rivalidade faz isso. É normal existir quem “torce contra”, como vocêr disse. O que não vale, NUNCA, é deixarem de perceber que é apenas um jogo, uma brincadeira saudável e gostosa (ao menos pra nós, pobres torcedores).

      Eu, por exemplo, tenho torcido muito para o Futebol-Arte.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.