História Minimalista das Copas

0
874

O minimalismo é um movimento artístico criado nos EUA, na década de 60. Sua principal característica é o uso mínimo de recursos para o desenvolvimento das obras. Explicando de forma bastante simples e superficial, são músicas com poucas notas, pinturas com poucas cores, economia de palavras na literatura e assim por diante.

Mas não pense que a “escassez” de elementos gera obras “pobres”. Alguns de seus expoentes foram artistas de grande sucesso, como Samuel Beckett, dramaturgo e escritor irlandês; Philip Glass, compositor norte-americano; Robert Bresson, cineasta francês, Frank Stella, artista plástico norte-americano e até mesmo os projetos automobilísticos de Colin Chapman, dentre outros.

O publicitário e jornalista mineiro, André Fidusi, desenvolveu uma série de ilustrações contando a História das Copas do Mundo seguindo os preceitos do minimalismo. O resultado ficou sensacional e você pode conferir pessoalmente em seu blog. Para ilustrar esse post, a Copa de 94 e o famoso chute de Baggio para a Lua.