Nobel da Paz e Internação

0
418

O presidente da Academia Brasileira de Filosofia, João Ricardo Moderno, planeja indicar João Havelange para o prêmio Nobel da Paz de 2012. Democracia é isso mesmo e vale a pena conviver com ideias estranhas e esquizofrênicas para garantir esse regime de governo. O estranho na história não é que alguém tenha tido essa ideia, já que Havelange sempre foi poderoso e foi presidente da FIFA por mais de 20 anos; o estranho é a origem da proposta… Nem vou brincar com o sobrenome Moderno para uma proposta tão estranha e conservadora, mas a piada pronta é que, supostamente, filosofia é associada, dentre outros, ao estudo dos problemas fundamentais e dos conceitos relacionados aos valores éticos, morais e à verdade.

Em tempo: para quem não acompanha muito os noticiários esportivo e policial, Havelange é, junto com seu ex-genro, Ricardo Teixeira, alvo de denúncias de corrupção e recebimento de propina.