Copa sem direitos não dá jogo

0
656

Até hoje nossos dirigentes ainda não se deram conta de que mais vale a pena “vender” o espetáculo do que exportar os artistas. O atual campeonato brasileiro, por seu equilíbrio, com cerca de seis ou sete clubes ainda em condições de lutar pelo título, faz a gente imaginar como seria se por aqui ainda estivessem Kaká, Daniel Alves, Diego, Vágner Love, Helton, Cleiton Xavier, Lucas Leiva, Maicon, Julio Cesar, Breno, Thiago Silva, Alex, Adriano, Rafael, Fernandinho, Hernanes e tantos outros, craques ou nem tanto.

Da mesma forma, até hoje o torcedor não era visto, por quase ninguém, como um consumidor. Finalmente, isso parece estar começando a mudar. O Idec, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, lançou a campanha Copa sem direitos não dá jogo que pressiona nossas autoridades envolvidas na organização da Copa 2014 a não aceitar imposições da FIFA como a suspensão temporária do Estatuto do Idoso, do Estatuto do Torcedor e o Código de Defesa do Consumidor.

Agora chegou a hora de pararmos de reclamar e fazermos alguma coisa. Participe! Faça a sua parte!

COMPARTILHAR
Post anteriorTrio Mancada Pura
Próximo postSanto Futebol
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.