Gol de Juiz – Aragão

0
1079

Gol de empate já nos acréscimos é sempre um alívio; contra um grande rival mais ainda, mas inusitado assim é muito mais gostoso (não confundir com “roubado é mais gostoso“). Palmeiras e Santos jogavam pelo Campeonato Paulista de 1983 e o Peixe ia ganhando do Verdão por 2 x 1 até o finalzinho do segundo tempo. De repente, escanteio para o Palmeiras, bate-rebate na área e a bola sobre limpa para Jorginho chutar. A bola ia para fora, mas bateu no juiz José de Assis Aragão e entrou. Como o árbitro é um corpo neutro em campo, o gol valeu! A revolta dos jogadores do Santos foi grande, mas não havia o que ser feito. Confira!

COMPARTILHAR
Post anteriorConcurso: prazo prorrogado
Próximo postAs voltas que o mundo dá
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.