Internacional, Campeão de Tudo

3
2028

Ao contrário do que se poderia imaginar, os fundadores do Sport Club Internacional foram dois irmãos de Niterói, saídos de São Paulo. Ao chegarem em Porto Alegre, não encontraram um clube com as portas abertas para que pudessem jogar futebol. Tentando diferenciar-se dos “clubes” ligados a determinadas nacionalidades, como o Vasco da Gama (Portugal) e o então Palestra Itália, a proposta do novo clube era a de demonstrar já em seu nome que “todos” poderiam jogar.

Para marcar posição, convidaram o Grêmio, já poderoso na época, para a disputa de sua primeira partida. A ousadia custou caro e o Inter perdeu por 10 x 0. Se em 1913 o clube conquistou seu primeiro título, logo se firmando como um dos grandes, foi na década de 40 que veio a vingança contra o rival. O time ficou conhecido como Rolo Compressor, tamanha a força com que o time enfrentava os rivais. Nessa década, de 28 Gre-Nais, como é conhecido o jogo entre os dois grandes do Rio Grande do Sul, venceu 19 e empatou cinco, sendo derrotado em apenas quatro. Pouco antes disso, em 1938, o Inter ganhou do rival por 6 x 0 e teve cinco gols anulados o que, certamente, teve sabor especial para os torcedores colorados.

Outros bons times vieram, em 69 foi inaugurado o Gigante da Beira-Rio e a consolidação de força do futebol brasileiro. Ao longo da história, muitas conquistas, mas a fase atual é uma das melhores do clube, que vem conquistando títulos em quase todos os campeonatos que disputa, em especial o Mundial Interclubes de 2006. Além desse ainda destacamos duas Copas Libertadores, uma Copa e uma Recopa Sul-Americanas, três Campeonatos Brasileiros, uma Copa do Brasil e 39 Campeonatos Gaúchos.

Dentre os principais craques que já vestiram sua camisa estão Taffarel, Gamarra, Figueroa, Escurinho, Carpegiani, Oreco, Vacaria, Nilmar, Pato, Mauro Galvão, Benitez, Batista, Caçapava, Mário Sérgio, Claudiomiro, Dadá, Valdomiro, Tesourinha, Rafael Sóbis D´Alessandro, Guiñazu, Clemer, Marinho Peres, Claudio Mineiro, Manga, Tinga e o maior de todos, Falcão. Entre os técnicos, não dá pra não citar Rubens Minelli, Muricy, Ênio Andrade, Abel Braga e Celso Roth. Este último, apesar de contestado, esteve presente na maior conquista do clube.

3 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.