Adriano Imperador

0
1053

O Imperador tem uma carreira conturbada, cheia de altos e baixos, reviravoltas, conquistas e depressões. Atualmente na Roma, sua possível volta foi motivo de especulação no começo do ano. Vários eram os clubes interessados em seu futebol.

Revelado nas categorias de base do Flamengo, sempre se destacou por sua força e faro de goleador. Brilhou pela seleção em 2004, quando marcou o gol de empate do Brasil na final da Copa América contra a Argentina, levando a decisão para os pênaltis, quando o Brasil foi campeão. Repetiu o sucesso em 2005, ajudando a seleção a conquistar a Copa das Confederações, mas fracassou em 2006, na Copa da Alemanha.

Esse ritmo prosseguiu, foi mal na Itália e, na reserva, foi liberado pela Internazionale para voltar ao São Paulo, quando reencontrou seu bom futebol em 2008. Assim, voltou para a Itália, mas as confusões desagradaram os italianos e, em nova volta ao futebol brasileiro, ajudou o Flamengo a conquistar o brasileirão 2009. E assim segue…

É craque, mas lhe falta “centro”. Hoje está completando 29 anos. Ainda dá tempo.