Sempre Flamengo

10
1157

Provavelmente o Flamengo de 81 e a seleção brasileira de 82 foram decisivos na minha paixão pelo futebol. De vez em quando, não por acaso, mas por obra de trabalho, talento e planejamento, aparecem alguns esquadrões. Só pra citar alguns exemplos de 80 pra cá, o Santos e os “meninos da vila”, em suas três versões, os menudos do tricolor e o São Paulo de Telê, o Corinthians do final dos anos 90, o Palmeiras da Parmalat, daquele paulista de 96 e o do Felipão em sua primeira passagem… o Vasco de 97, o Fluminense de Washington e Assis, o Cruzeiro de 2003, o Atlético de Reinaldo e Cia…

…mas o Flamengo de 81 foi o melhor time que já vi jogar. Zico destruia tudo no Maracanã e em qualquer campo em que estivesse; até mesmo nos meus gols na escola, quando eu dizia seu nome como locutor dos meus próprios jogos.

115 anos hoje! Sem dúvida nenhuma um dos maiores clubes do mundo quando se fala em futebol. Assim como outros grandes clubes tem andado por linhas tortas, perdido entre a grandeza de sua história e a pequenez de alguns dirigentes. A maior homenagem é lembrar de Zico, o maior de todos, Zizinho, Júnior, Adílio, Andrade, Tita, Nunes, Mozer, Rondinelli, Zinho, Domingos da Guia, Carpegiani, Jorginho, Leandro, Marinho, Leônidas, Marcelinho Carioca, Pet, Raul, Bebeto, Sávio, Romário, Edmundo, Carlinhos, Cláudio Adão, Adriano, Juan, Júlio César e muitos outros. É lembrar de 1981, quando o mundo foi rubro-negro.

10 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.