Yashin, o Aranha Negra

2
804

É famosa a frase que diz que todo bom time começa com um bom goleiro. Assim, se a seleção do mês de outubro tem os três melhores jogadores de todos os tempos (Garrincha, Pelé e Maradona), o goleiro não poderia ser qualquer um. Ele pegou 150 pênaltis e passou por 270 partidas sem tomar gols. Lev Yashin, o Aranha Negra, como ficou conhecido na América do Sul, na Europa tinha o apelido de Pantera Negra, ambos em função de seu uniforme, todo preto. Se tornou uma lenda defendendo o Dínamo Moscou por 22 anos e a seleção soviética por 16 anos, tornando-se o único jogador do país e atuar em quatro Copas.

Muito antes de Rogério Ceni, percebeu que não deveria se restringir à pequena área e passou a atuar quase como um líbero; com isso, diminuia o ângulo dos atacantes e antecipar-se nos cruzamentos altos. Foi o primeiro goleiro do mundo a ter o “privilégio”(?!) de atuar contra Pelé e Garrincha juntos, na Copa de 58. Além de ter sido o único goleiro a ser premiado com a Bola de Ouro, da France Football, em 1963, foi eleito pela FIFA, em 1998, alguns anos após sua morte, o melhor goleiro do século XX.

Na foto, Yashin com nosso Gilmar, de quem era fã.

2 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.