Kopa era o arco

1
797

Se Just Fontaine era uma flecha, autor de 13 gols em uma única Copa do Mundo, em 58, na Suécia, certamente Raymond Kopa era o arco que dava os passes preciosos para o artilheiro. Francês, filho de um imigrante polonês, ainda criança foi trabalhar em minas de carvão. Com seis anos sofreu um acidente de trabalho e teve que amputar o dedo. É até uma coincidência que tenha nascido um dia depois do Dia da Criança.

Sua baixa estatura para o mundo do futebol, 1,67 m, e sua forma de jogar lhe renderam o apelido de Napoleão. Em 56 foi para o Real Madrid, da Espanha, compor um dos maiores times de todos os tempos, pentacampeão europeu, de 56 a 60, e que contou com Puskas, Di Stefano, Didi, Gento, Santamaria e Cia. Ilimitada; algo como a primeira versão dos galácticos.

1 COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.