Garrincha, o extraterrestre

3
819

Garrincha não era desse planeta. Quem já assistiu a alguns vídeos com seus dribles pode pensar que está assistindo a um daqueles filmes sobre futebol em que os zagueiros são driblados no “faz de conta”, em que o herói sai humilhando os adversários com um repertógio gigante de dribles e estes vão caindo, cheios de movimentos falsos. Parece combinado, mas no caso de Garrincha não é.

O mais macunaímico de nossos craques já foi citado aqui no Futebol-Arte, em uma espécie de comparação com Fred Astaire, em cena do excelente Nós que Aqui Estamos por Vós Esperamos, mas o segundo maior jogador de todos os tempos merece novas homenagens. Não é a toa que era conhecido como Alegria do Povo. E a melhor homenagem que podemos fazer é vê-lo novamente e rir dos Joões, como chamava seus marcadores.

3 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.