Telê Santana, o Fio da Esperança

9
1105

Fluminense, São Paulo, Palmeiras, Atlético Mineiro, Seleção Brasileira… são muitos os vínculos de Telê Santana com o futebol brasileiro. Maior treinador da história de nossa seleção, é responsável pela montagem do time inesquecível da Copa de 82, com um meio de campo fantástico composto por Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates e Zico. Como jogador, destacou-se pelo Fluminense, onde recebeu o apelido de Fio da Esperança, em um concurso realizado pelo Jornal dos Sports.

Em minhas lembranças, começava a montar um timaço no Palmeiras, em 79 quando foi chamado para treinar a seleção. Aquele time, mesmo sem estrelas, aplicava goleadas seguidas em adversários de peso. Também ficou marcado pelo período em que treinou o São Paulo e gerou uma máquina de ganhar títulos, destacando as duas Libertadores e os dois Mundiais do começo dos anos 90. Até hoje seu nome é “sinônimo” de futebol bonito e bem jogado, de futebol-arte.

9 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.