Leônidas da Silva, o craque realizador

5
1245

Para quem gosta de jogar bola, imaginar-se fazendo um golaço já é delicioso. Imagine então entrar para a história como inventor de uma jogada que todo mundo admira. Leônidas da Silva, também conhecido como Diamante Negro ou Homem-Borracha, por sua agilidade, ficou marcado como o inventor do gol de bicicleta.

Foi tricampeão carioca atuando por equipes diferentes: Vasco (34), Botafogo (35) e Flamengo (36). O curioso é que na infância era torcedor do Fluminense, o único grande carioca pelo qual não atuou. Na Copa da França, em 1938, foi artilheiro, com 8 gols e eleito o melhor jogador da competição.

Nessa Copa, também protagonizou uma jogada que ficou imortalizada no imaginário do futebol, o gol de pé descalço. Nesse lance, sua chuteira havia arrebentado e, enquanto a comissão técnica buscava outra com o mesmo número para que ele a substituísse, Leônidas permaneceu em campo. Naquela época o Brasil usava meias pretas com frisos verdes e amarelos e, por isso, o juiz não notou o incidente. Acontece que “apareceu uma jogada, veio a bola e eu acabei fazendo o gol com o pé descalço”, declarou o ex-jogador a um jornal em 1986.

Que inveja!

5 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.