Beckenbauer, “o brasileiro da Alemanha”

2
1837

Dizer que Beckenbauer é raçudo é até um pecado para esse habilidoso e genial craque. Na semifinal da Copa de 70, na partida Alemanha x Itália, que definiria o adversário do Brasil na final, aconteceu uma das passagens mais sensacionais da história do futebol. O Kaiser, como também era conhecido, quebrou a clavícula em um lance aos 25 minutos do primeiro tempo, mas permaneceu em campo até o final da prorrogação, jogando boa parte do tempo enquanto segurava o ombro direito, deslocado.

Durante algum tempo ouvi o nome Beckenbauer como sinônimo de craque de bola. Quando subiu dos juvenis para o time principal, o Bayern de Munique, cujo estádio, o Allianz Arena, você já viu aqui no Futebol-Arte, era apenas um time mediano na Alemanha e tinha acabado de subir da 2º divisão. Com ele em campo, o Bayern conquistou 4 títulos da Copa da Alemanha, um tri-campeonato do Campeonato Alemão e outro da Copa dos Campeões da UEFA, além de muitos outros títulos. Hoje é um dos maiores clubes da Europa.

Bekenbauer conquistou ainda muitos outros títulos, tanto como jogador quanto como técnico, sendo, ao lado do nosso Zagallo, um dos únicos a vencer uma Copa do Mundo em ambas as funções. Conhecido como “o brasileiro da Alemanha”, completa hoje 65 anos.

COMPARTILHAR
Post anteriorNão comemore antes do tempo
Próximo postPorta-Curtas Petrobras
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.

2 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.