Saudades do Canal 100

2
976

Em minha infância, quando meus pais me levavam ao cinema, o que eu mais gostava era do mini-documentário que passava antes do filme principal com o nome de Canal 100, especialmente, é claro, a parte futebolística. As imagens em preto e branco, a narração “dramática”, a câmera na altura do gramado e a trilha musical viraram ícones do rádio dos anos 50 e 60 e do próprio futebol brasileiro.

Na Cadência do Samba, de Luiz Bandeira, na versão instrumental de Waldir Calmon com seu ritmo delicioso; a voz limpa, firme e cheia de entonações de Luiz Jatobá e aquela tela gigante dos cinemas impregnaram o imaginário popular e deixaram saudades. Agora que se fala em transmissão de jogos de futebol nas salas de cinema e com tecnologia 3D, seria uma ótima idéia ressucitar o Canal 100. O contraste entre passado e futuro seria um presente para todos nós.

2 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.