Giuseppe Meazza

6
987

Milão tem duas das equipes grandes e poderosas do futebol mundial: Internazionale e Milan. Apesar de toda a rivalidade, elas dividem o estádio Giuseppe Meazza, também conhecido como San Siro, seu nome anterior. Isso acontece porque Meazza, um dos maiores jogadores italianos em todos os tempos, vestiu a camisa de ambos, além de também ter atuado pela Juventus, o outro grande italiano.

Bicampeão mundial, nas Copas de 34 e 38 pela seleção da Itália, também se destacou pelos clubes, especialmente pela Inter. Com sua morte, o então estádio San Siro foi rebatizado com seu nome. Algumas curiosidades marcaram sua carreira. Em um jogo-desempate contra a Espanha, na Copa de 34, fez o gol após se apoiar nas costas de um companheiro de time, já que sua baixa estatura (1,69cm) não o ajudava nas bolas altas. Outro fato interessante em sua carreira foi o gol feito contra o Brasil, pela Copa de 38, quando o cordão de seu calção se rompeu no momento em que corria para cobrar um pênalti. Bateu e fez o gol, mas teve que segurar o calcão de forma desajeitada, arrancando risos da torcida.

A nota negativa fica por conta de suas saudações e comemorações fascistas, fato que o levaria a ser, até hoje, o único capitão de uma seleção campeã do mundo a ser vaiado ao receber o troféu.

6 COMENTÁRIOS

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.