Concurso Cultura 2014 tem 1.800 propostas inscritas

0
423

Objetivo é ampliar as agendas das cidades-sede da Copa do Mundo. Governo federal espera apresentar aos brasileiros e turistas estrangeiros a cultura tradicional e contemporânea do país, em todas as áreas

As inscrições para o concurso Cultura 2014 terminaram na última sexta-feira (06.12), com 1.805 propostas cadastradas. Com o objetivo de ampliar as agendas das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, no período de 10 de junho a 15 de julho, o Ministério da Cultura espera apresentar aos brasileiros e turistas estrangeiros sua cultura tradicional e contemporânea em todas as áreas: da música ao circo, da arquitetura à gastronomia.

As propostas seguem agora para a fase de habilitação, para verificação da documentação exigida no edital e em seguida para a fase de avaliação dos projetos, prevista para janeiro. O investimento previsto para o Cultura 2014 é de R$ 19 milhões para, no mínimo, 206 propostas, todas dentro dos quatro eixos de Conteúdos Culturais, do Plano de Ação para Grandes Eventos do MinC.

São eles: Brasil Audiovisual (apresentação da produção audiovisual brasileira atendendo média metragem, documentários, animação e ficção); Brasil Criativo (conteúdos artísticos, em formato digital, de artesanato, moda, arquitetura, design e gastronomia, de expressão local, lidando com as mais variadas linguagens da economia criativa); Brasil Diverso (manifestações tradicionais de todos os Estados do País, atividades entre Pontos de Cultura e valorização do patrimônio material e imaterial brasileiro) e Brasil das Artes (exibições artísticas nas áreas da música, teatro, circo, dança, literatura e artes visuais).

No intuito de promover o intercâmbio entre as manifestações tradicionais de cada estado do país, o concurso prevê ainda a circulação de exibições. Por exemplo, o projeto selecionado no Acre se apresentará no Recife (PE); do Amazonas em Belo Horizonte (MG); do Piauí em Porto Alegre (RS); de Alagoas em Curitiba (PR); do Rio Grande do Sul em Natal (RN); de Sergipe em Brasília (DF); de Mato Grosso do Sul no Rio de Janeiro (RJ); do Espírito Santo em Manaus (AM); do Paraná em Salvador (BA); do Tocantins em São Paulo (SP); e da Paraíba em Cuiabá (MT).

Os projetos serão escolhidos por uma Comissão de Avaliação e Seleção composta por 40 pessoas entre elas representantes da sociedade civil (Conselho Nacional de Política Cultural), dos Estados das 12 cidades-sede e do MinC (Representações Regionais, instituições vinculadas e Secretarias).

Fonte: Ministério da Cultura