O craque que driblou a morte

2
518

Sir Bobby Charlton foi um predestinado; além de uma família com tios e irmãos que também foram jogadores profissionais, escapou de um acidente aéreo que matou nada menos que 23 passageiros, grande parte composta pelo time do Manchester United, então bicampeão inglês. Os motores falharam e a aeronave acabou caindo ainda dentro do aeroporto.

Participou da reconstrução do Manchester, clube em que atuou por mais de 15 anos. O habilidoso craque era conhecido por sua lealdade, tanto que em 1994 foi nomeado cavaleiro do Império Britânico, honraria atribuída a poucas personalidades.

Uma curiosidade interessante de sua carreira: em 106 partidas pela seleção inglesa foi substituído apenas uma vez; e a troca não se mostrou positiva. A Inglaterra vencia a Alemanhã por 2 a 0 nas quartas-de-final da Copa de 70 e, depois da saída de Bobby, a Alemanha virou o jogo para 3 a 2. Um predestinado, como se vê.

COMPARTILHAR
Post anteriorCartum da bola
Próximo postGlossário do Futebol – Elástico
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.

2 COMENTÁRIOS