Prezado amigo Afonsinho

1
602

Jogador de futebol, de modo geral, é conhecido por uma baixa capacidade de se expressar; por usar montes de clichês e frases feitas. Algumas exceções parecem existir apenas para comprovar a tese. Uma das melhores exceções que tivemos foi exatamente Afonsinho.

Com a carreira iniciada nos campos de várzea de Jaú, interior de SP, transferiu-se, ainda como amador, para o Botafogo carioca. Além de seu futebol clássico e de suas passagens por Santos, Flamengo e Fluminense, entre outros, ficou famoso por seu pioneirismo. Foi um dos primeiros jogadores a se rebelar contra o “abuso do poder econômico” e o desequilíbrio da relação clubes e jogadores. Lutou jurídica e politicamente pelo passe livre, o que mostra o quanto estava a frente de seu tempo.

Para saber mais sobre o craque, que completa hoje 67 anos, assista ao documentário Passe Livre, de Oswaldo Caldeira, realizado em 1974 e baseado em sua vida. Pra começar a curtir, Elis canta Meio de Campo, canção feita por Gilberto Gil, e que fala do “rebelde com causa” Afonsinho.

COMPARTILHAR
Post anteriorDe presente, um sonho
Próximo postA coreografia do “jogo bonito”
Ricardo Roca
Formado em Comunicação Social e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos os cursos pela ESPM, atualmente cursando mestrado em Linguística. Professor universitário, sócio da Roda Fiandeira, consultor nas áreas de comunicação e marketing e apaixonado por futebol e arte.

1 COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.